Artigos

Alta de impostos sobre combustíveis no Brasil eleva preços do açúcar em Nova York

01 DE Agosto de 2017

Os preços do açúcar terminaram mais uma sessão valorizados nesta quinta-feira (27) em Nova York. “A medida ampliará a diferença de preço entre gasolina e etanol, favorecendo a demanda pelo biocombustível”, informou o jornal. 

No vencimento outubro/17, os negócios foram firmados em 14.43 centavos de dólar por libra-peso, alta de 20 pontos no comparativo com a véspera. Na tela março/18, o aumento foi de 13 pontos, com o preço negociado a 15.13 cts/lb. Os demais contratos fecharam valorizados entre três e nove pontos.

Em Londres, o lote outubro/17 avançou 3,80 dólares, com negócios firmados em US$ 393,00 a tonelada. Na tela dezembro/17, o açúcar foi comercializado a US$ 398,20 a tonelada, alta de 4,90 dólares. Os demais vencimentos fecharam com aumento entre 4,10 e 4,50 dólares.

Mercado doméstico

De acordo com o indicador Cepea/Esalq, da USP, os preços do açúcar no mercado interno caíram mais uma vez ontem (27). Os negócios foram firmados em R$ 58,60 a saca de 50 quilos do tipo cristal, baixa de 0,27%.

Etanol

O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, fechou o dia em queda pela terceira vez consecutiva, segundo os índices da Esalq/BVMF. O metro cúbico do biocombustível foi negociado a R$ 1.423,00, queda de 0,21% no comparativo com o dia anterior.

Por: UDOP – UNIÃO DOS PRODUTORES DE BIOENERGIA 

Veja Também

Política de Privacidade