Artigos

Atrasado, plantio da 2a safra de milho vai a 15% no Centro-Sul

09 DE Fevereiro de 2018

O atraso no plantio da segunda safra de milho ampliou-se nesta semana. Até quinta-feira (08), 15% da área estimada para o Centro-Sul do Brasil estava semeada, ante 11%  na quinta anterior (1º), 27% no mesmo período do ano passado e 19% na média de cinco anos.

Se persistir, o atraso no plantio poderá resultar em perda extra de área na safrinha de milho, já que, com preços pouco atraentes, os produtores tendem a não estender o plantio para muito além da janela ideal.

Mato Grosso e Paraná
Além da perda de ritmo em Mato Grosso (nesta semana o plantio avançou sete pontos, para 31%, contra salto de 15 pontos na semana passada), a lentidão dos trabalhos no Paraná também pesa. Com muito pouca soja colhida, o Paraná semeou apenas 1,2% de sua área de milho e está bem atrás dos 19% do ano passado e dos 22% da média de cinco anos. A expectativa é de que o plantio fique mais rápido a partir da semana que vem, quando mais soja estará pronta para a colheita. O problema é que as chuvas mostradas pelos mapas de previsão podem atrapalhar.

Nos demais estados, o plantio está em andamento em São Paulo e Minas Gerais (3% cada), Mato Grosso do Sul (2%) e Goiás (4%).

MILHO SAFRINHA  Plantio no Centro-Sul do Brasil

AGRURAL  Em % da área total estimada.

Veja Também

Política de Privacidade