Artigos

Centro-Sul já colheu 63% da safrinha de milho

28 DE Julho de 2017

A semana foi de trabalho intenso nas áreas com milho safrinha pronto para a colheita no Centro-Sul do Brasil. Até quinta-feira (27), as máquinas haviam passado por 63% da área cultivada com o cereal, com avanço de 13 pontos percentuais em uma semana. O número segue abaixo dos 69% registrados um ano atrás, mas supera os 59% da média de quatro anos.

O maior avanço semanal foi no Paraná, que saltou de 36% para 57% e diminuiu a desvantagem em relação ao ano passado, que era grande desde o início dos trabalhos devido ao plantio atrasado. Já em São Paulo, que colheu 22% da área, o atraso continua.

Mato Grosso segue na liderança da colheita, com 89%. No médio-norte, onde os trabalhos estão quase encerrados, o problema da falta de espaço nos armazéns tem se intensificado. Nas regiões sul e leste, os produtores têm segurado um pouco o ritmo das colheitadeiras, na tentativa de aliviar as dificuldades de armazenagem.

Em Goiás e Mato Grosso do Sul, a colheita chegou a 54% e 34%, respectivamente. O tempo seco tem ajudado a garantir boa qualidade ao cereal. Em Minas Gerais, 50% foi colhido, com ritmo mais acelerado no Triângulo Mineiro.

MILHO 2a SAFRA  Colheita no Centro-Sul do Brasil

Em % da área total estimada.

Produção do Brasil segue estimada em 67,2 mi de toneladas

A AgRural concluiu na quinta-feira (27) sua estimativa final de produção para a safrinha 2017 de milho. Para o Centro-Sul, a produção ficou em 63,344 milhões de toneladas, com aumento de 60 mil toneladas em relação ao início de julho. A área é de 10,236 milhões de hectares e a produtividade, de 103,1 sacas por hectare. Todos os números são recordes.

Apesar de ajustes positivos na produtividade de Mato Grosso (104,6 para 106,1 sacas por hectare) e Goiás (102,8 para 105,3 sacas), houve aumento de apenas 0,1 saca na produtividade do Centro-Sul devido a reduções no Paraná e em Minas Gerais. No Paraná, o corte foi de 2,6 sacas, para 102 sacas por hectare, devido ao ataque de doenças em áreas mais tardias da região oeste. Em Minas, a redução de 5 sacas, para 69,4 sacas por hectare, foi causada por estiagem no noroeste e cigarrinha no Triângulo.

Produção brasileira
Combinada aos números da Conab para Norte/Nordeste, a estimativa da AgRural para o Centro-Sul resulta em produção de 67,171 milhões de toneladas no Brasil, ante 67,165 milhões na projeção do início de julho. A área é de 11,368 milhões de hectares e a produtividade, de 98,5 sacas por hectare.

Safra 2017/18
Com o encerramento das estimativas para a safra 2016/17, em agosto a AgRural dará início aos levantamentos da safra 2017/18 de milho verão e soja. A estimativa inicial de intenção de plantio será divulgada na primeira quinzena.

CENTRO-SUL  Produtividade de Milho 2a Safra

Em sacas de 60 kg por hectare. *AgRural ago/17. Estimativa anterior (jul/17): 103,0 sacas por hectare.

BRASIL  Produção de Milho

Em milhões de toneladas. *AgRural ago/17. Estimativa anterior (jul/17): 98 milhões de toneladas (30,8 milhões de toneladas milho verão e 67,2 milhões de toneladas milho segunda safra).

Veja Também

Política de Privacidade