Artigos

Com colheita em 33%, clima volta a pressionar lavouras de soja

21 DE Fevereiro de 2022

A colheita da safra 2021/22 de soja chegou na quinta-feira (17) a 33% da área cultivada no Brasil, ante 24% na semana anterior e 15% um ano atrás, de acordo com dados da AgRural. No Sul do país, a volta do tempo quente e seco agora pressiona as lavouras mais tardias, enquanto em Mato Grosso e Minas Gerais o excesso de chuva reduz a qualidade do grão.

No fim de janeiro, em seu terceiro corte consecutivo desde dezembro, a AgRural reduziu a estimativa de produção de soja na safra 2021/22 do Brasil para 128,5 milhões de toneladas, o que representa diminuição de 17 milhões de toneladas em relação à expectativa inicial. Uma nova revisão será divulgada dentro de alguns dias.

Milho

A área estimada para a segunda safra de milho 2022 estava 53% plantada no Centro-Sul do Brasil até quinta-feira (17), contra 24% no mesmo período do ano passado. Apesar do bom ritmo, o avanço das plantadeiras está prejudicado em Mato Grosso pelo excesso de chuva e no Paraná por falta de umidade – problema que também ocorre no sul de Mato Grosso do Sul e pontos de São Paulo.

A colheita da safra 2021/22 de milho verão, por fim, está feita em 29% da área do Centro-Sul do Brasil, ante 22% um ano atrás.

Veja Também

Política de Privacidade