Artigos

Com MT na reta final, colheita de milho chega a 49% no Centro-Sul

27 DE Julho de 2018

A colheita da segunda safra de milho chegou na quinta-feira (26) a 49% da área cultivada no Centro-Sul do Brasil. O número representa avanço de 13 pontos percentuais em uma semana, mas é inferior aos 63% de um ano atrás e aos 55% da média de cinco anos. O tempo seco e a falta de chuva nas previsões têm feito os produtores de regiões mais atrasadas segurarem o milho no campo para perder umidade e, assim, evitar custos com secagem.

Mato Grosso à frente da média

Apesar do atraso do Centro-Sul, os trabalhos seguem em bom ritmo em Mato Grosso e já estão na reta final na região norte do estado. Até quinta-feira, 80% da área mato-grossense estava colhida, ante 89% no ano passado e 79% na média de cinco anos.

Paraná avança, mas atraso persiste

Na outra ponta da tabela, o Paraná puxa o atraso no Centro-Sul. Apesar do bom avanço de 14 pontos na semana, os 20% colhidos no estado são bem inferiores aos 57% do ano passado.

Goiás e Mato Grosso do Sul

Em Goiás, a colheita vem ganhando ritmo, mas os 34% colhidos até quinta-feira ainda estão longe dos 54% de um ano atrás. Em Mato Grosso do Sul, a colheita também começou a ganhar força e chegou a 24%. Há um ano, porém, 34% da área já estava colhida.

Minas e São Paulo

Também atrasados, Minas Gerais e São Paulo colheram 30% e 25% de suas áreas, respectivamente.

MILHO 2a SAFRA  Colheita no Centro-Sul do Brasil

AGRURAL  Em % da área total estimada.

Veja Também

Política de Privacidade