Artigos

Flash USDA Oferta e Demanda – Safra de soja da Argentina tem maior corte mensal da história

08 DE Março de 2018

USDA faz maior corte da história na safra de soja da Argentina

O relatório mensal de oferta e demanda divulgado há pouco pelo USDA aumentou a previsão de produção de soja na safra 2017/18 do Brasil dos 112 milhões de toneladas de fevereiro para 113 milhões de toneladas. O número veio em linha com a estimativa divulgada nesta manhã pela Conab e é inferior aos 117,9 milhões de toneladas projetados pela AgRural no início deste mês. A expectativa média do mercado era de 114 milhões de toneladas.

Para a Argentina, em contrapartida, o USDA fez um corte de 7 milhões de toneladas, para 47 milhões de toneladas. É a maior redução mensal da história para a produção de soja da Argentina. A expectativa média do mercado era de 48,1 milhões de toneladas.

Com safra menor na Argentina, o USDA reduziu a previsão de estoques finais mundiais na temporada 2017/18, que caiu dos 98,1 milhões de toneladas de fevereiro para 94,4 milhões de toneladas. Mas a relação estoque-consumo ainda é de confortáveis 27,5%.

MUNDO  Oferta e Demanda de Soja

USDA/AGRURAL  Em milhões de toneladas, exceto % e dias.

EUA  Estimativas Mensais de Exportação de Soja

USDA/AGRURAL  Em milhões de toneladas.

Exportação de soja dos EUA segue perdendo espaço

No quadro dos EUA, o USDA reduziu a estimativa de exportação no ciclo 2017/18 pelo quarto mês seguido, agora para 56,2 milhões de toneladas. apesar de um leve ajuste para cima na previsão de esmagamento, o corte na exportação fez a estimativa de estoques finais saltar dos 14,4 milhões de toneladas de fevereiro para 15,1 milhões de toneladas. A relação estoque/consumo, de 13,3%, é a mais alta desde a temporada 2006/07.

Mais exportação do Brasil

O novo corte nas exportações dos EUA deveu-se à expectativa de que o Brasil continue ganhando terreno no mercado internacional. A estimativa de exportação do Brasil na temporada 2017/18 (setembro de 2017 a agosto de 2018, pelo calendário do USDA) subiu de 69 milhões de toneladas em fevereiro para 70,5 milhões de toneladas. Para a Conab, que trabalha com ano-calendário (janeiro 2018 a dezembro de 2018), o Brasil deve exportar 67,5 milhões de toneladas.

EUA  Oferta e Demanda de Soja

USDA/AGRURAL  Área em milhões de hectares, produtividade em sacas de 60 kg por hectare e demais itens em milhões de toneladas, exceto % e dias.

USDA reduz safra de milho da Argentina para 36 mi de toneladas

Para o milho, o USDA fez apenas uma leve redução de 500 mil toneladas na estimativa de produção 2017/18 do Brasil, que agora está em 94,5 milhões de toneladas – bem acima dos 87,3 milhões divulgados nesta manhã pela Conab e dos 89,9 milhões de toneladas estimados no início do mês pela AgRural.

Para a Argentina, o corte foi maior: a estimativa de produção de milho caiu dos 39 milhões de toneladas de fevereiro para 36 milhões. Isso reduziu a estimativa de estoques finais de 2017/18 para 199,2 milhões de toneladas, o que representa queda de 14% em relação ao ciclo 2016/17.

MUNDO  Oferta e Demanda de Milho

USDA/AGRURAL  Em milhões de toneladas, exceto % e dias.

No milho, exportação dos EUA ganha fôlego

No quadro de milho dos EUA, o USDA fez um aumento generoso na estimativa de exportação 2017/18, que subiu dos 52,1 milhões de toneladas de fevereiro para 56,5 milhões de toneladas. Esse ajuste, aliado a um aumento de 1,3 milhão de toneladas na previsão de uso de milho para etanol, reduziu a previsão de estoques finais para 54 milhões de toneladas, ante 59,7 milhões na estimativa de fevereiro e 58,2 milhões de toneladas em 2016/17.

EUA  Oferta e Demanda de Milho

USDA/AGRURAL  Área em milhões de hectares, produtividade em sacas de 60 kg por hectare e demais itens em milhões de toneladas, exceto % e dias.

Veja Também

Política de Privacidade